DEDALEIRA - Diário Botânico



Alguns dias atrás me encontrei pela primeira vez com a dedaleira, uma planta que sempre esteve no meu jardim imaginário. Já tentei cultivá-la algumas vezes sem muito sucesso e, de repente, nos conhecemos. Crescendo em uma cerca próxima a um pasto, minha primeira surpresa foi a sua aparência delicada contrastar tanto com a sua rusticidade e espontaneidade.


Com suas flores em forma de sino, essa espécie sempre me pareceu uma flor dos contos de fadas, talvez pela fantasia que gira ao seu redor ou simplesmente pela sua importância no herbalismo e na homeopatia, que não é pouca.

Com seus nomes populares ela já dava algumas pistas sobre si: ✨Digitalis, por suas manchas lembrarem as nossas impressões digitais ✨ Dedaleira, por seu encaixe perfeito nos nossos dedos.

Pude confirmar esses nomes colocando a ponta dos próprios dedos nas suas flores e imitando a mamangava, que é o seu polinizador preferido. Ao saírem de dentro das suas flores as abelhas ficam cheias de pólen nas costas e nessa interação vejo o quanto são perfeitas uma para a outra.


Todos os nomes comuns da dedaleira evocam a ideia de dedos ou mãos - em inglês ela é “foxglove” (luva de raposa) mas seu efeito e uso medicinal mais potente é como tônico e estimulante cardíaco: ela faz o coração bater mais rápido, podendo inclusive ser tóxica em doses excessivas.



Com tantas histórias girando ao seu redor, a dedaleira faz parte do folclore de muitas culturas, frequentemente associada a fadas, elfos, sonhos... E não por acaso ela é uma das flores presente nas primeiras ilustrações de Alice no País das Maravilhas. Minhas impressões sobre ela talvez venham dessas imagens que vão se construindo ao longo do tempo... Alguns poucos minutos de observação bastam para nos relembrar que em cada planta existe sempre um mundo inteiro a ser descoberto.


Imagem: John Tenniel, litografia, 1911, Alice no País das Maravilhas


FICHA BOTÂNICA

DEDALEIRA

Nome científico: Digitalis purpurea

Nomes populares: Dedaleira, Digitalis, Dedal, Campainha, Foxglove (inglês)

Família: Scrophulariaceae Categoria: Medicinal, Ornamental

Clima: Subtropical, Temperado, Mediterrâneo

Origem: Europa

Estrutura: Herbácea semi-lenhosa

Ciclo de vida: Anual ou Bianual

Polinizadores: abelhas, mamangavas


#diáriobotânico #dedaleira #digitalispurpurea #assinaturabotanica #percepção #simbologia #simbolismo #sensibilidade #herbalismo #plantasmedicinais #etnobotanica

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo